Amor próprio é o começo de um romance
13 de fevereiro de 2020 Agencia Propagare

Amor próprio é o começo de um romance

Postado em Amor próprio, Autoestima

Muitos escritores, de alguma forma, já enalteceram o sentimento de amor próprio como inspiração da alma humana. Eles sabiam que esse sentimento era – e ainda é – sinônimo de cuidado, respeito e sabedoria.

É ele quem permite a aprendizagem na dor e ensina o que é autoconhecimento e autocontrole, além de definir até onde é possível chegar. Clarice Lispector sintetizou: “Tenho meus limites. O primeiro deles é meu amor próprio”. 

O escritor Oscar Wilde disse: “Amar a si mesmo é o começo de um romance para toda a vida”, e ele estava certo! 

Todo tipo de amor é bonito, mas o amor próprio é infinitamente expendido. Estamos falando de um amor que não termina, não nos larga, abandona ou que dissipa. É uma história de amor que dura a vida inteira. 

Desenvolver amor próprio te blinda contra sentimentos desnecessários e implica olhar com mais carinho para si e aos outros. E por mais clichê que possa parecer, há uma frase clássica do autor Henri Montherlant que deixa explícita a importância desse sentimento: “Pode ferir-se o amor próprio; matá-lo, nunca”.

Quando a gente se ama, se aceita e se sente bem na própria companhia, amiga, não tem pra ninguém, nada nos abala facilmente.

Ter amor próprio não é egoísmo, é justamente entender que se é inteira sozinha e do jeitinho que você é, não existe ninguém ou um padrão que possa te completar ou definir, no máximo essas duas coisas te ajudam a melhorar a sua melhor versão. 

Se conheça

O autoamor vem do autoconhecimento, que nos permite identificar nossas forças e fraquezas, e aprender a lidar com elas. Esse sentimento é um estado de apreço por si mesmo que provém de ações que nos ajudam a crescer psicológica, física e espiritualmente. 

As consequências de desenvolvermos esse tipo de amor são inúmeras e o poeta francês Sébastien-Roch Chamfort, descreveu uma delas: “É pelo nosso amor próprio que o amor nos seduz. Como resistir a um sentimento que embeleza o que temos, que nos restitui o que perdemos e nos dá o que não temos”

Amor próprio

Comece hoje a sua história de amor próprio, acrescente capítulos, multiplique parágrafos, abuse dos adjetivos e escolha sempre os mais positivos. Esse romance deve ser lido e recontado quantas vezes for preciso. Não se esqueça. 

Gostou do artigo? A Mania Brasil tem o compromisso de empoderar mulheres enaltecendo o que todas tem de melhor. A prova disso é a nossa linha de roupas que segue as tendências do mercado e visam valorizar as curvas da mulher brasileira. Clique e confira nossos looks.

Compartilhe

Comentários

Loading Facebook Comments ...

Comments (0)

Deixar uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*